OBJETIVOS GERAIS

Os objetivos gerais que serão apresentados a seguir, de acordo com o RCN, apontam para:

  • desenvolver uma imagem positiva de si, atuando de forma cada vez mais independente, com confiança em suas capacidades e percepção de suas limitações;
  • descobrir e conhecer progressivamente seu próprio corpo, suas potencialidades e seus limites, desenvolvendo e valorizando hábitos de cuidado com a própria saúde e bem estar;
  • estabelecer vínculos afetivos e de troca com adultos e crianças, fortalecendo sua autoestima e ampliando gradativamente suas possibilidades de comunicação e interação social;
  • estabelecer e ampliar cada vez mais as relações sociais, aprendendo, aos poucos, a articular seus interesses e pontos vista com os dos demais, respeitando a diversidade e desenvolvendo atitudes de ajuda e colaboração;
  • observar e explorar o ambiente com atitude de curiosidade, percebendo-se cada vez mais como integrante, dependente a agente transformador do meio ambiente e valorizando atitudes que contribuam para sua conservação;
  • brincar, expressando emoções, sentimentos, pensamentos, desejos e necessidades;
  • utilizar as diferentes linguagens (corporal, musical, plástica ,oral e escrita) ajustadas às diferentes intenções e situações de comunicação, de forma a compreender e ser compreendido, expressar suas ideias, sentimentos, necessidades e desejos e avançar no seu processo de construção de significados, enriquecendo cada vez mais sua capacidade expressiva;
  • conhecer algumas manifestações culturais, demonstrando atitudes de interesse, respeito e participação diante delas e valorizando a diversidade.


PRESSUPOSTOS PEDAGÓGICOS DO ENSINO DA EDUCAÇÃO INFANTIL

A Educação Infantil deve oferecer às crianças condições para que a aprendizagem acorra em atividades cotidianas, como as brincadeiras e, também, naquelas provocadas por situações pedagógicas intencionais, orientadas e mediadas pelo professor, tornando-as significativas.
O processo de construção de aprendizagens significativas requer da criança uma intensa atividade interna, pois consiste em estabelecer relações entre o que a criança já sabe e aquilo que é novo.
Cabe, portando, ao professor referenciar, na sua prática educativa, os conhecimentos que as crianças possuem, oriundos das experiências sociais, afetivas e cognitivas.
A escola, de forma sistemática, tem a incumbência de planejar e organizar a sua prática educativa dentro desta perspectiva construtivista, promovendo, assim, a aprendizagem significativa e o desenvolvimento das capacidades e potencialidades da criança.
Por esse caminho, acreditamos numa escola que visa à formação de cidadãos críticos e pró-ativos, responsáveis e que respeitam os princípios democráticos. Desse modo, propõe-se criar condições para o desenvolvimento integral das crianças a partir de uma prática educativa que propicie o desenvolvimento de cada capacidade: física, afetiva, cognitiva, ética, estética, de relação interpessoal e inserção social, devendo considerar diferentes habilidades, interesses e maneiras de aprender de acordo com os eixos orientados pelos RCNs: Movimento, Linguagem Oral e Escrita, Música,Natureza e Sociedade, Identidade e Autonomia, Artes Visuais, Matemática, abaixo discriminados a partir das orientações do MEC.

É Bom Demais Estudar Aqui!

Instituto de Educação Aquarela

Rua Basileu José Leal, 95 - Lages - Paracambi - RJ
(21) 2683-2544 / 3693-8090 / (WhatsApp) 98853-9438 / 98853-9435

Email: contato@iequarela.com.br

Siga @ieaquarela Curta @institutoaquarela